28 de jan de 2011

i even love you.


   Ai meu Deus do céu! Eu estou completamente perdida! Eu não consegui dizer adeus para o Bruno e para ajudar o meu sentimento por ele não diminuiu nem um pouco... pior ainda,  ele só aumentou e aumentou e aumentou.
    É horrível passar noites acordada chorando e com a música no último volume apenas pensando nele. É horrível ter que dizer que estou bem porque ele está com alguém que o faz feliz, quando não estou. É horrível não dizer que o amo. É horrível...
    Eu nunca amei alguém como eu amo este garoto! E eu o amo de uma forma completamente inexplicável! Eu me preocupo com cada passo dele,  tenho medo de que ele saia sozinho e fassa alguma coisa que o prejudique, tenho medo de que ele se corte, tenho medo até que ele não durma bem por conta de um simples pesadelo. Eu penso nele 24 horas por dia e quando paro e me preocupo com alguma outra coisa, sempre me lembro dele, por mais idiota que seja o sinal.
     Volto a pensar nele quando meu celular toca, quando vejo alguém alto, quando meus amigos cantam pra mim... volto a pensar nele quando olho pela janela e vejo que o dia está bonito de mais, quando vejo uma letra B em qualquer lugar, quando chega uma nova mensagem no meu celular e eu me dou conta que ele não me manda nem um simples olá há pelo menos um mês.
      Eu realmente tenho a esperança que de que ele ainda me ame, não muito, só um pouquinho, pois não precisa ser muito mais do que isso, mas~depois me dou conta de que o coração dele não me pertence, ou pelo menos não deveria pertencer.
     Eu só sei que mesmo não tendo ele ao meu lado para me abraçar, para me dizer que está tudo bem, eu ainda perteço a ele e tenho a sensação de que jamais irei pertencer a outro como pertenço a Bruno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário